DSC_0080

Com a estação do Tomate a acabar, há que aproveitá-los todos! Os mais firmes para saladas, os mais carnudos para sopas frias e quentes, os mais moles para molhos e, neste caso, os com mais pinta para uma tarte cheia de sabor!

Tarte de Tomate

Para a massa usei:

  • 300gr farinha
  • 150gr manteiga sem sal, fria
  • 2 colheres de sopa de água fria
  • Sal a gosto
  • Tomilho fresco picado
  • Raspa de meio limão

Com as mãos, ir desfazendo a farinha e a manteiga, como para um crumble. De seguida juntei o sal e os aromáticos, continuei a desfazer a massa e comecei a amassar quando juntei a água.
A massa deve descansar no frigorífico, embrulhada em película aderente, pelo menos 20min.

DSC_0146

Começar a dispôr a massa na forma (usei duas pequenas mas uso a mesma massa para uma forma grande), calcar e pressionar bem na base e nas paredes. Picar com um garfo.
Espalhar o tomate cortado aleatoriamente. Dos mais pequenos fiz quartos e dos maiores fatias. Temperar por cima com sal fino e pimenta preta.

DSC_0150

O recheio que vai ligar tudo é o típico:

  • 250ml natas frescas
  • 4 ovos médios
  • Pimenta preta do moinho
  • Sal fino
  • Cebolinho

Basta misturar tudo numa taça, com varas, e verter por cima do tomate, na tarte.

DSC_0154

Levei ao forno a 190ºc, no meio, até ficar dourada (30 a 40min, depende sempre dos fornos).
Ainda a escaldar, saídas do forno, levaram com queijo parmesão acabado de ralar por cima, que derreteu imediatamente e deu uma profundidade de sabor diferente.
Depois de arrefecer, foi para dentro duma caixa e seguiu viagem comigo (Outjazz mais uma vez!), onde ficámos ainda melhor acompanhadas com um rosé italiano e as bolachas da C. Nem queiram saber o meu estado de excitação quando me disse que a receita era a minha!! E que boaaass!!!!

DSC_0170

Só sobraram migalhas para contar a história e a caixa está desejosa de ir passear mais uma vez :)

DSC_0224

Que tal?
<3 jo