Gosto muito de sopas, principalmente nesta altura do ano em que estamos a entrar. Comem-se com colher, aquecem e confortam o estômago e a alma! São, regra geral, de baixo orçamento e, uma vez feitas, duram alguns dias. Basta aquecer, juntar mais qualquer coisa por cima para alegrar… Et voilá!

Em conversas com várias amigas, apercebo-me de que acham as sopas aborrecidas, com pouco sabor e, até mesmo, feias! Ou não gostam da textura, ou não conseguem com legumes aos bocados, algumas acham que engorda (!!!) e outras até me dizem que não comem sopa há anos, desde miúdas, perderam o hábito.

A saber:

-       Há maneiras de fazer sopas muuuuito saborosas sem juntar alarvidades de azeite, sem engrossar com batata… Para isto tenho dois segredos: Um bom estufado e o uso de caldo em vez de água.

-       Pormenores como ervas aromáticas, queijos fortes esfarelados ou legumes picadinhos são guarnições que podem dar vida a uma sopa monótona

-       Uma boa sopa pode ser substituto de refeição ou um óptimo snack quando não temos tempo! Na semana passada levei um frasco grande para o restaurante e foi o que comi ao fim do dia!

Aqui vai a minha receita base – junte depois os legumes que mais gostar e um topping à escolha!

DSC_0773

Base de sopa baixa em calorias (mas cheia de sabor!)

4 pessoas

 

ž  2 cebolas médias

ž  3 dentes de alho

ž  1 courgette (com ou sem casca)

ž  1 colher de sopa de azeite (opcional)

ž  1 colher de café de sal grosso

ž  1 litro de caldo de legumes ou de galinha

 

Notas: Para o caldo, uso 1 lt água e um cubinho do meu caldo caseiro: Faço caldo com os ossos de um frango, deixo reduzir muito até estar escuro e ponho em couvettes de gelo. Fico, durante várias semanas, com vários cubinhos de caldo concentrado para usar quando for preciso!

Esta é uma receita base à qual juntei espinafres (2 chávenas). A partir daqui pode juntar outros legumes, ervas aromáticas, frutas suaves como pêra ou maçã e toppings deliciosos.

base sopa

Comece por aquecer uma tacho em lume baixo. Enquanto aquece, descasque, parta as cebolas e ponha-as dentro do tacho. Deixe que as cebolas vão cozinhando e, se quiser, junte o azeite. Aumente para lume médio-alto e deixe que comece a refogar.

Vá preparando o alho e a courgette e, quando a cebola estiver a ficar caramelizada, junte-os ao mesmo tempo.

Passados 5 minutos junte os outros legumes que quiser usar.

Tempere com sal e vá mexendo, enquanto espera que se comecem a libertar alguns líquidos.

Queremos que os legumes caramelizem e fiquem bem estufados, por isso deixe-os cozinhar 15 a 20 minutos, mexendo de vez em quando.

Junte a água, tape, deixe que ferva e que fique tudo bem cozido.

(Adicionei os espinafres 5 minutos antes de desligar o lume, não quero que cozam demasiado para não pederem os nutrientes e a cor – se quiser juntar legumes de folha deve fazê-lo nesta fase)

Desligue o lume, triture bem a sopa e está pronta a servir!

Acompanhei com uma colher de iogurte de ovelha mas use a criatividade!